quinta-feira, 1 de abril de 2010

RETORNANDO A PRAIA





RETORNANDO A PRAIA
João 21:2-3 – “Estavam juntos Simão Pedro, Tomé, chamado Dídimo, Natanael, que era de Caná da Galiléia, os filhos de Zebedeu, e outros dois dos seus discípulos.Disse-lhes Simão Pedro: Vou pescar. Responderam-lhe: Nós também vamos contigo. Saíram e entraram no barco; e naquela noite nada apanharam”. Obs.: Leiam todo o capitulo 21 de João.

Este rico registro do evangelho de João revela uma situação especial e diferenciada vivida pelos discípulos, que foram pessoas que tiveram o grande privilegio de:
• Andar com Jesus (compartilharam dos momentos alegres; compartilharam da ira do Senhor ao ver o templo sendo usado como mercado e ao ver a figueira se secando por não ter dado frutos, e aprender as lições dadas em cada uma das atitudes do mestre).
• De sentir o seu perfume,
• De ouvir sua doce voz ensinando (e até mesmo ouvir o silencio ensinando),
• De contemplar os milagres realizados pelo Senhor diante de seus olhos e até em suas vidas (transformando, curando)
• De receber e exercer autoridade para expulsar demônios e operar os sinais.
Contudo, mesmo vivendo todas essas coisas e mesmo após terem visto o Senhor Jesus se manifestar a eles por outras duas vezes após ressuscitar, o que salta aos nossos olhos neste texto, é que mesmo vivendo todas essas experiências e milagres ao vivo e a cores, aqueles homens de Deus mostraram que estavam fracos. Pedro, que era uma referencia para eles, um líder, cansado de esperar pelos acontecimentos, desiludido pela ausência do mestre e principalmente ouvindo acusações do inimigo – “VOCÊ NEGOU A JESUS”, decide: VOU PESCAR. Esse “vou pescar” significa voltar a sua atividade anterior, deixar tudo pra lá e voltar a ser um pescador, ou seja, ser o que ele era antes de conhecer a Jesus.
E Pedro tinha mesmo jeito de líder, cara de líder, falava como líder, mas precisava ser tratado. O Próprio Senhor Jesus falou para ele em Lc 22:31 “Simão, Simão, eis que Satanás vos reclamou para vos peneirar como trigo! Vs32 Eu,porém, roguei por ti,para que a tua fé não desfaleça; tu pois quando te converteres, fortalece os teus irmãos.” O Senhor já tinha visto que Pedro tinha as características de líder e que seria útil a obra para fortalecer os irmãos. Mas, naquele momento, Pedro ainda não tinha se convertido, pois voltou a ser pescador e todos foram com ele. Note que ele estava pescando NU, que era um costume da época, mas espiritualmente significa que ele estava sem revestimento do Espírito, insensível a presença de Deus. Quantos irmãos, mesmo vivendo na igreja, vendo milagres acontecer, sendo constante alvo da misericórdia de Deus, fraquejam e vai “pescar”. Às vezes vão por suas próprias pernas, às vezes seguem um “líder” não convertido.
Os milagres não acontecem na hora que queremos, mas no momento em que o Senhor determina.
Havia a necessidade da cura de Pedro e de todos os que o seguiram, pois era com eles que o Senhor contava para fazer a sua obra. – É comigo e com você que o Senhor Jesus conta para fazer a sua obra e este é o dia que Ele veio pra te resgatar, pois Ele disse que ninguém arrebataria das suas mãos aqueles que o Pai tinha lhes dado. Você é importante para Deus e Ele não vai abrir mão de você, nem desistir de você muito menos deixar que você volte a pescar, ou seja, volte para fazer o que fazia antes no mundo.
O pecado faz separação entre o homem e Deus e o que motivou ou DESMOTIVOU Pedro, foram as acusações do inimigo.
Em 1Jo 1:9 O Senhor diz: Se confessarmos nossos pecados. Ele é fiel e justo para nos perdoar e nos purificar de toda injustiça. Pv 28:13 O que encobre suas transgressões jamais prosperará,mas o que as confessa e deixa alcançará Misericórdia.
Se continuarmos a leitura do Cap. 21 de João, vamos ver o Senhor Jesus fazendo Pedro praticar isso. “Pedro, tu me amas?”. Essa pergunta é repetida 3 vezes, pois foram 3 vezes que Pedro negou ao Senhor.
Quantas vezes nega-se ao Senhor?
• Num negócio, onde é preciso soltar uma mentirinha,
• ou apropriando-se do que não é nosso para suprir uma necessidade (até o dizimo...),
• ou amaldiçoando uma pessoa ou irmão por algo que nos fez e não conseguimos perdoar,
• ou traindo a aliança com esposa ou esposo, até através de um olhar que gera cobiça,o Senhor disse que estamos adulterando.
Não há diferença entre pecadinho e pecadão. Ambos têm como salário a morte!
O fato, é que o Senhor chegou à praia na hora exata.
Hoje é a hora exata em que o Senhor Jesus chega com amor e carinho e te chama: Vem... traga o peixe que eu vou preparar para comermos juntos... Eis que bato a porta, aquele abrir entrarei e cearei com ele.

• A nossa carga religiosa, nos faz pensar que Deus é severo e vive a castigar pelos erros. Ele é justiça e AMOR. O mundo e suas pessoas poderiam ter se esquecido e até desistido de Pedro, mas nunca o Senhor. Ele se aproxima com amor e nunca, jamais envergonhando ou humilhando a quem Ele ama.

Você é um escolhido, Deus te chamou para transformar sua vida... Esqueça esse negócio de voltar a pescar. Você não vai pegar nada. Jesus é quem vai prover muitos peixes grandes pra sua vida. Provisão em abundancia.

Você sabe que fruto foi gerado? Veja quem foi o novo PEDRO em Atos na 1ª. carta de Pedro e na 2ª. Também. Mas tem um versículo que me chama a atenção no capitulo 1:14 “Como filhos da obediência, não vos amoldeis às paixões que tínheis anteriormente na vossa ignorância; 15 pelo contrário, segundo é santo aquele que vos chamou, tornai-vos santos vós mesmos em todo vosso procedimento...”
Eis ai o testemunho. Ele está orientando o povo sobre algo que ele passou e experimentou. – Não vos amoldeis as paixões...

Amados, não sei o que te separou ou tentou te separar ou está tentando de separar do amor de Deus. Mas isso não vai prosperar, em NOME DE JESUS!!. Nada nem ninguém pode te separar do amor de Deus. Não há pecado que Ele não perdoe. Não há ferida que Ele não cure.
- Você pode ter se decepcionado por alguém no seu trabalho, em casa, na escola ou até na Igreja.
- Você pode ter perdido a esperança por ver sua situação no casamento, no lar, com os filhos, nas finanças totalmente sem saída.
- Você pode achar que o que você fez, é algo imperdoável. É muito grave. Deus não vai perdoar.
- Você pode até se achar muito pequeno e talvez desprezado e sem valor algum. Indigno de ser parte do corpo.
Não importa o que tenha acontecido. A Biblia nos ensina no livro de provérbios que aquele que confessa os seus pecados e abandona, encontra misericódia e prospera.

O SENHOR JESUS chegou neste momento para se sentar com você, ouvir a tua confissão e começar ou até mesmo, como no caso de Pedro, recomeçar a caminhada com você, e da mesma forma como usou a Pedro, com poder, autoridade e amor, Ele te usará.

Não esqueça: O SENHOR CONTA COMIGO E COM VOCE!

No Amor de Cristo,

Pr. Paulo Sérgio

Nenhum comentário: